NuaEquizenter Saber mais

SABER MAIS

  • AS VITAMINAS DO GRUPO B:

    São conhecidas como as vitaminas do sistema nervoso. São fundamentais para a função energética das células nervosas (neurónios) e ajudam as substâncias que modulam o humor e o comportamento (neurotransmissores) a serem fabricadas de forma equilibrada. Por tudo isso, as vitaminas do grupo B oferecem um grande apoio no campo da aprendizagem, memória, cognição e emoções.

  • O FERRO E O ZINCO:

    São dois dos minerais mais importantes para uma função cognitiva e emocional adequada. Concretamente, níveis baixos de ferro podem originar alterações do comportamento e aprendizagem, especialmente se faltar nas idades precoces. Dessa forma, o ferro é necessário para a fabricação de importantes neurotransmissores como a dopamina (envolvida na motivação). Em pessoas com TDAH foi verificado que, os níveis de ferro, frequentemente estão reduzidos.

    Por outro lado o zinco é muito abundante no hipocampo, uma estrutura cerebral envolvida na formação de novas memórias (memória a curto prazo) bem como na aprendizagem, nas emoções e na motivação.

Portanto, a falta destes minerais e vitaminas pode incidir na ‘química cerebral’, e com isso no desempenho cognitivo e emocional da pessoa.

  • A VITAMINA D3:

    É a forma mais ativa e bioassimilável da vitamina D. Nos últimos tempos, esta vitamina está a ganhar relevância a nível cerebral, já que contribui para regular a serotonina, o principal neurotransmissor que regula o nosso estado de ânimo, ainda que também parece estar envolvida na melhoria da atenção e da cognição em geral. Curiosamente, há vários estudos realizados em pessoas com TDAH (Transtorno do Défice de Atenção e Hiperatividade), onde se verificou que esta alteração está frequentemente associada a baixos níveis de vitamina D.

  • A BACOPA E O CHA VERDE:

    São duas plantas com reconhecidos benefícios a nível cerebral.

    A Bacopa é uma planta extensamente utilizada como um suporte cerebral em situações de ansiedade, impulsividade e hiperatividade. Além do plano emocional, parece ajudar em processos cognitivos (ex. memória).

    O Chá verde é uma planta de interesse devido ao seu conteúdo em L-teanina, uma substância que ajuda a reduzir a ansiedade e proporciona relaxamento sem afetar o estado de alerta. Na prática isso significa que melhora a atenção sem causar adormecimento. A cafeína que acompanha de forma natural o extrato de Chá verde, não excita, e contribui para aumentar o estado de alerta e a atenção, com o que complementa o efeito calmante da L-teanina.